. Endocrinologista Ajuda A Emagrecer? | Dr. Thiago Limoli - Especialista em Emagrecimento Skip to main content

Médico Endocrinologista Ajuda A Emagrecer?

Afinal, Médico Endocrinologista Ajuda A Emagrecer?

 

endocrinologista ajuda a emagrecer

 

Muitas pessoas me perguntam como devem fazer para emagrecer – e manter a perda de peso conquistada com tanto esforço – e se realmente um endocrinologista ajuda a emagrecer. 

Ao longo dos últimos 15 anos fui questionado a respeito de uma série de tratamentos “inovadores”.

Tratamento ortomolecular, endocrinologia funcional, fórmulas milagrosas, Dieta do Dr. Atkins, Dieta do Dr. Dukan, Dieta do Mediterrâneo, Dieta do Glúten, Dieta da Lactose, uso do chá verde, chá de gengibre, fitoterápicos, etc.

Uns prometem secar a gordura. Outros garantem atuar no metabolismo. Os mais potentes fazem tudo isso e ainda inibem o apetite. Fico me perguntando, qual será a dieta da moda deste verão? Sabe o que os pacientes consumidores de tudo isso tem em comum?

A grande maioria acaba voltando aos consultórios médicos, frustrados e desmotivados com os resultados. Digo aos meus pacientes que se fosse fácil emagrecer, não teríamos mais de 50% da população brasileira acima do peso. Por isso, não caia na tentação dessas dietas modernas e promissoras.

 

E Como Fazer Então Para Conseguir Efetivamente Emagrecer?

 

Minha resposta é simples:

 

  1. Fuja dos resultados rápidos

Sempre que algum paciente meu alega querer emagrecer de forma rápida, eu tento lembra-lo que sua obesidade ou até mesmo os seus poucos kilinhos extras, não foram “conquistados” da noite para o dia.

Normalmente todo o excesso de peso do indivíduo foi adquirido em anos e anos com a prática de maus hábitos alimentares, portanto um emagrecimento saudável e eficiente requer paciência.

 

  1. Não se automedique

Os medicamentos emagrecedores que existem no mercado podem até gerar resultados satisfatórios para quem os consome sem acompanhamento médico, porém, esse ato pode ocasionar graves problemas de saúde para esse paciente, pois os remédios que emagrecem possuem efeitos colaterais e contra indicações.

Portanto, apenas um profissional especialista em emagrecimento sério e altamente competente pode prescrever o medicamento adequado para cada paciente e acompanhar todo o tratamento para emagrecer pós medicamento. Afinal, esses remédios não podem ser consumidos eternamente, eles têm um prazo de término e a manutenção do peso passa a ser controlada por meio de alimentação adequada e atividade física.

Caso contrário, todo o tratamento medicamentoso será perda de tempo, de dinheiro e de saúde.

 

  1. Não gaste seu dinheiro à toa (Com procedimentos estéticos)

Lipoaspiração, drenagem linfática e tantos outros procedimentos estéticos que “emagrecem”, sozinhos, não são muito eficazes, pois tratam o sintoma e não a causa do problema. Qualquer bom profissional da saúde sabe que se a causa não for tratada adequadamente o problema nunca será solucionado.

Assim como a automedicação, os procedimentos estéticos não emagrecem de forma definitiva e os procedimentos cirúrgicos oferecem uma porcentagem maior de riscos do que benefícios. Será que vale a pena gastar tanto dinheiro com algo que pode até tirar a sua vida?

 

  1. Procure um endocrinologista sério

Infelizmente, não basta procurarmos um médico do emagrecimento e acharmos que estamos fazendo um acompanhamento com um endocrinologista. Isso não é verdade. Você sabia que um médico pode exercer muitas especialidades sem necessariamente ser especialista naquele assunto? Por exemplo, um clínico geral pode examinar o ouvido de uma pessoa e dar o diagnóstico e oferecer um tratamento. Ele é assegurado pelo conselho de medicina e não está agindo contra a lei. Inclusive ele tem formação e capacidade para exercer tal procedimento. E pode fazer isso muito bem. Inclusive, se ele se sentir confortável, pode colocar em seu cartão de visitas: “trato doenças dos ouvidos”.

No entanto, ele não pode colocar anúncios ou até mesmo apresentar-se como Otorrinolaringologista. Somente um médico que fez uma residencia de otorrinolaringologia e no final prestou um título de especialista reconhecido pela sua sociedade é que pode se apresentar assim. O mesmo acontece com todas as áreas na medicina.

Um endocrinologista é o médico que está mais habilitado a oferecer um atendimento seguro e qualificado para o tratamento das enfermidades endocrinológicas, como a obesidade. Este especialista formou-se médico e depois de concurso para residência, cursou 2 anos obrigatórios de clínica geral. Prestou concurso novamente e cursou mais 2 anos de endocrinologia – nesse período, seu treinamento se baseou especificamente em doenças endocrinológicas.

Depois disso tudo, ainda é necessário prestar um título de especialista (como uma prova da OAB – que habilita a sua atuação). É fácil saber se um profissional é habilitado a exercer a especialidade e se apresentar como um endocrinologista. Basta acessar o site: http://www.cremesp.org.br e procurar pelo nome ou número do CRM as especialidades cadastradas deste profissional.

Antes de adotar qualquer procedimento estético para diminuir as medidas, deve ser observada a saúde do paciente como um todo através de exames clínicos, exames laboratoriais, exames endocrinológicos, exame de bioimpedância e então diagnosticar qual é o problema existente por traz da dificuldade em perder peso daquele paciente especifico.

Esses exames não devem ser feitos e avaliados pelo próprio paciente, pois só um médico bem capacitado, como um endocrinologista por exemplo, poderá interpretar os resultados, codificar com precisão a causa e o melhor tratamento.

 

  1. Monte uma equipe de qualidade

 

Assim como um bom Endocrinologista, para se ter sucesso no processo de emagrecimento, é fortemente recomendável que você monte uma equipe para aumentar as suas chances de sucesso. No mínimo, sua equipe deve ser composta por um bom endocrinologista (saiba como) e uma boa nutricionista. Além disso, se possível, um professor de educação física que seja comprometido. Esse profissional, além de orientar os exercícios corretos e evitar que você se lesione, tem a capacidade de estimular a continuidade dos treinos e os resultados em termos de composição corporal serão mais evidentes.

Por fim, fica a mensagem que o processo de emagrecimento deve envolver o médico, a família, a nutricionista, o professor de educação física, a psicoterapeuta em alguns casos, o ortopedista em outros, mas principalmente, deve conter um personagem que deve assumir o papel de PROTAGONISTA: VOCÊ MESMO!

Portanto, o auxílio de um médico endocrinologista, especialista em emagrecimento, registrado no Cremesp e com título da SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia), é muito importante para diagnosticar a verdadeira causa e indicar a melhor solução para o problema do excesso de peso ou obesidade.

 

 

admin

Membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia com Título de especialista em Endocrinologia e Clínica Geral. Realizou sua Pós Graduação em Nutrição Clínica e também atua como Professor de Medicina na Faculdade São Camilo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ENDEREÇOS DA CLÍNICA